sábado, 25 de dezembro de 2010

Aos meus amigos


Palavras...

Podem trazer esperança
Gritar alegria
Ou ferir seriamente

Podem formar a canção
Construir a poesia
Ou calar friamente

As vezes curam feridas
As vezes espalham veneno
Outras derramam mentiras
Para muitas o mundo é pequeno

Porém quando mais precisamos
Se perdem, se trombam e caem no chão
Pois falam verdades, falam mentiras,
Mas não falam o coração

E no espaço de sua ausência
Fica o abraço, o sorriso, o olhar
Palavras que correm e me fogem
Eu as pego e faço rimar

E se agora me agarro a elas
E porque muitos não posso dar
Abraços, sorrisos e olhares
Neste dia que é dia de amar

Aos abraços que me acolheram
Aos olhares que me confortaram
Meus amigos eu muito agradeço
Os sorrisos que tanto alegraram!

Mariana de Mendonça 25 de Dezembro de 2010 (Natal, dia de amar. Dia que o amor nasceu em menino.)



quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

meu querido diario..

Esses dias, eu estava arrumando algumas coisas no meu quarto, quando avistei um caderninho escrito:

(E BONITOOOO hein)


é claro que a curiosidade falou mais alto,e eu peguei o meu antigo diario secreto .. é porque até hoje eu nao vi nenhum diario que não seja secreto, mãaas
Tive muita dificuldade para ler,porque alem da letra medonha, nao tinha quase nenhuma palavra correta.. Aqui vai um trechinho pra voces:

"Meu querido diario,minha colega Rubia faltou quarta fera,ela foi para o RJ qando ela saiu do hotel ela incontrou a Rouge e pediu um altogafo eu contei pra minha mae ela falo que é mintira mais agora estou em duvida " (????????????????????????)

é muita ingenuidade

outra:

" Meu querido diario, a minha professo quer levar minha sala,(eu e meus colegas),para o parque de esposissao, mas mudando de assunto meu querido diario hoje eu fiquei muito decepicionada com minha colega porque ela me entristeceu,mas nao vou ficar brava porque amigas sao para senpre, e diario hoge a Roseli caiu na escada eu ri muinto e ela mi bateu. Mas eu to cansada de vicar chamamdo voce de diario,diario,diario,voce vai chamar POM POM . EU/pom pom voce gostaria de ficar de feria.Porque?
Pompom/nao,porque eu adoro suas aventuras.
eu/ah entao ta"

Gente eu tava precisando desabafar, como eu podia ser tao burra?? Isso fora as outras paginas que eu conto que eu era a professora da escolinha do bairro, IMAGINEM O QUE EU ENSINAVA PARA AS CRIANÇAS, se elas repitiram alguma vez é logico que a culpa foi minha. que peso na consciencia
Isso fora minha inocencia, duvido que hoje ainda existam crianças que escrevam em diarios. Paginas e paginas onde eu escrevo minha cartinha pro papai noel e para paquerinhas..

Cartinha escrita para paqueras(ANTIGAMENTE)-tirada do meu diario:
Douglas voce é muito bonito,meu coração nao bate mais tu tu, agora ele bate do do,do do ( creditos-Isabelli)

Cartinha escrita para paqueras (ATUALMENTE)-tirada de uma meninda moderninha :
Douglas,voce é super gostoso,quer ficar comigo? escadao hoje, as seis horas

tudo mudou mesmo, mas as mudanças sao necessarias né Talita? rs

e Para finalizar a melhor parte do meu querido diario:
"Pom Pom,voce vai cutir muitas aventuras com migo,eu escrevbo muitas poesias como essa: O AMOR INVADE NOSSO MUNDO

E agora?? Invade ou invadia?? Isso mudou tambem? rs

BEIJINHOOOS gente ;)

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Wind of Change



O tempo passa, a gente muda, muda fisicamente, muda de pensamentos, filosofias, planos, mudam as amizades, você conhece novas pessoas, esquece outras, e no entanto existem aquelas que estão sempre ali, com você, mesmo do outro lado do mundo.. Pessoas que você conhece há anos passam a fazer diferença do nada, outras você perde o contato... Tudo vai mudando...
Assim como as estações, principalmente no Brasil e nos países tropicais, embora existam as quatro estações, elas não são tão perceptíveis, elas chegam de mansinho e vão pegando o lugar do que era velho, tornando tudo novo, sem você ao menos perceber... É como você um dia se olhar no espelho e perceber que você está diferente, mas não viu isso acontecer...
O que eu sonhava há um ano atrás, hoje já não quero mais..
O lugar que moro, de onde eu queria sair o mais breve possível, eu aprendi a amar, e não sei se quero mais sair, embora saiba que é necessário... Engraçado, não?
Mudei tantas vezes mudei de ideia, de opinião. O que eu defendia ferrenhamente ontem, hoje sou totalmente contra.
E apesar de tudo mudar, existem tantas coisas que são as mesmas sempre. As músicas que eu escutava há meio ano eu já não suporto mais. Mas existem aquelas que ouço desde que nasci, desde quando meus pais colocavam o LP pra tocar na velha vitrola e hoje ainda escuto, no meu computador.

Mas pra mim, as mudanças mais intrigantes são sobre sentimentos e relacionamentos. É estranho você pensar que uma pessoa que há um ano atrás era tão importante na sua vida hoje já ficou no passado... E quanto às pessoas que você conhece em um dia e mudam sua vida, em menos de 24 horas, como explicar?

A mudança é inevitável e necessária. Imagine o mundo sem a evolução. Sua vida sem energia elétrica, sem internet. Imagine se não houvessem dispositivos para guardarmos cenas em fotos, se não pudéssemos levar música conosco em qualquer lugar que fôssemos, se as pessoas ainda morressem por causa de gripes ou apendicites. Imagine sua vida sem a 7ª arte! Imagine um Brasil ainda escravista.

Mudanças nem sempre vêm para o bem (que o diga os ambientalistas), mas não custa sermos otimistas. Quem sabe um dia o Brasil comece a investir na educação, na saúde e no bem-estar da população? Não custa sonhar, pois sabemos que as mudanças vêm, sorrateiramente, mas vêm. Pode não acontecer em um ano, ou quatro, mas elas virão. E com a minha esperança de que sejam para melhorar o país e o mundo. Elas vão chegar, e ninguém perceberá, um dia olharemos e diremos: Nossa!
Mudaram as estações, nada mudou, mas eu sei que alguma coisa aconteceu, está tudo assim tão diferente...

Renato Russo era um gênio.

domingo, 14 de novembro de 2010

Love is old love is new, love is all love is you ♥

Amor... (o meu amor ou o sentimento em si?)
Essa sensação é tão diferente de todas que já senti! É como se nós tivéssemos um diamante bruto e coubesse a nós lapidá-lo. Eu quero colocar nesse diamante todo o meu carinho, toda a nossa paixão, todos os nossos pequenos momentos, que embora poucos, parecem ser muitos.
Como nada é fruto só de coisas boas, eu colocaria também a minha insegurança, o meu medo de te perder e toda a saudade que sentimos. Por fim, eu colocaria a nossa amizade, que foi a principiante disso tudo.
Se o resultado final for um diamante lapidado e belo, por menor que ele seja, não há nada que possa tirá-lo de nós. Mesmo que o nosso amor acabe, mesmo que nós paremos de lapidá-lo, mesmo que todas as sensações primárias se esgotem, o diamante vai permanecer para sempre em mim. O seu brilho sempre vai me lembrar do seu sorriso...do meu sorriso. Sempre vai ter uma parte minha que será deliciosamente ‘espetada’ por ele, não me deixando esquecer de quem o criou comigo.
Que a gente lapide esse sentimento, que a gente descubra só o que tem de melhor em amar. E que eu nunca esqueça do quanto meu PRIMEIRO GRANDE AMOR me fez feliz.
Hara Flaeschen, 19-09-10 J

Nem conto pra quem eu fiz isso ;x AHSUAHUSH Segredo de estado u.u

Bloom ;*


Segundo algumas fontes confiáveis 'Hara também é cultura', eeentão, vou postar aqui a poesia que tive que escrever sobre a independência do Peru :D
O tema é MUUUITO divertido e dá muita inspiração, por isso, tirei de letra u.u (ironia detectada)

Leiam e fiquem cultos :D AUHSUAHSU'



Em princípio o Império Inca
Em seguida o domínio espanhol.
Os conquistadores queriam ouro e prata,
Os conquistados cultuavam o sol.

Na batalha de Cajamarca,
Atahualpa pereceu.
Pizarro, cruel e vil,
Cuzco não mereceu.

A encomienda foi estabelecida,
e os nativos a batalha deram por vencida.
De indígenas para catequizados,
Mas o governador Pizarro foi cruelmente assassinado.

Vice-reino de Nova Granada,
Vice-reino do Rio de Prata.
Mandaram um vice-rei,
mas liberdade que é bom nada!

Os Andes doavam o ouro;
os espanhóis tiveram um governo duradouro.
Lima, o centro, enriquecia
o povo, triste, perecia.
Mas alguns ainda tentaram,
em 14 revoltas os nativos lutaram.

No Peru, os criollos, a elite local.
Na Espanha, o império, a ganância real.
Ambos queriam poder,
ambos não iriam ceder.

Então houve um desentendimento,
San Martín se aproveitou do momento.
“Vida longa à independência!”
O Peru estava livre,mas não livre do tormento.

Do poder real, para a elite local,
o mais importante ainda era o capital.
Um etnocídio praticamente ocorreu
e isso não há peruano que esqueceu.


Mando muito, falaê!

Bloom ;*

sábado, 13 de novembro de 2010

Deixa a chuva chover


Caem do céu todas as águas
E limpam do peito todas as mágoas

Canta tranquila seu brando canto
E seu canto canta e cala todo pranto

Cai na mata, desperta, alimenta
E se faz escutar, acalma, acalenta

Os rios que correm a todos abraça
E toda angústia que vem logo passa

Faz refletir, faz lembrar faz pensar
E leva a ruína pras ondas do mar

Ecoam trovões, rufam tambores
E espanta o mal e todas as dores

Deixe a chuva chover, deixe a chuva molhar
E deixar fresco seu aroma em todo lugar


sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Elefantes.

Sim, eu confesso que ontem 'La depréssion' tomou conta de mim u.u
Mas ela logo foi extinta pelas cores que resolveram voltar :D
Hoje eu vim aqui para falar de um caso digno de Mariana, garota da alma loira, negra e recentemente nordestina. Mas infelizmente esse caso foi vivenciado por mim, morena de alma,de pele e de cabelo.


Pra variar, na pacata Cidade de Pedro está chovendo. Mas, como de manhã não estava, eu não saí com guarda-chuva. Após um dia entediante baseado em ônibus-escola-ônibus-inglês eu finalmente viria para casa! Feliz e saltitante eu disse um 'I see you ' pra minha professora,dei tchau pros meus colegas (que são burros e num entendem nada de ingrês) e fui correndo pelo corredor. Mas a minha euforia foi pouco duradoura. Qual não foi a minha surpresa ao ver que estava chovendo(não sei como ainda me surpreendo ¬¬)?
Corajosa como sou, resolvi enfrentar a fina chuva gelada pelos meus 15 minutos de caminhada até em casa. Fui desbravando a calçada cheia de poças, os guarda-chuvas neuróticos e o vento cortante enquanto a chuva fazia questão de me encharcar nos primeiros 5 minutos. Molhada, descabelada (SEMPRE tô descabelada ¬¬),cansada e aliviada eu coloquei a minha chave no menor portão e entrei para os quintais da minha residência. A casa estava toda fechada, e eu já sabia que não ia ter ninguém. O que eu não sabia é que eu estava sem a chave da porta ¬¬ Após 5 minutos de procura frenética, fui indo da porta do bar (sim, tem um bar particular aqui u.u mas só tem bebidas, uma mesa de sinuca e um tanto de entulho empoeirado) à porta dos fundos e tudo estava como deveria estar : trancado. Liguei para a minha prima, que se encontrava na biblioteca estudando. O resto do povo foi viajar, e minha única esperança era meu primo que era pra estar em casa. Mas ele não estava. Desolada, fui para a varandinha do Cip, o príncipe negro (também conhecido como cachorro), sentei na cadeira dele e fiquei lá u.u Aê, liguei para a minha abiguinha Cih, e contei minha situação. Ela riu, me desejou sorte e cruelmente desligou o celular (Hahá, calúnia!).
Eis que repentinamente eu ouço uma voz do além...uma voz máscula, grossa que repetia o meu nome.Surge atrás da porta de vidro o Pablo, meu primo desaparecido.
É, ele estava o tempo todo em casa. ¬¬'


Não é um caso digno de Mariana? Eu só espero que no dia do vestibular esse meu lado loiro não desponte.

Bgs, Bloom ;*

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

La dépression.

Vazio.Cinza.Silêncio. Mas talvez não esteja tão silencioso assim...eu ouço algo. Será alguém se aproximando? Serão as cores voltando para o lugar de onde nunca deveriam ter saído? Paro, escuto. É só o barulho da chuva. É só o choro do mundo cinzento. Ao menos não está mais silencioso! Mas eu preferia o silêncio. O silêncio não chora. Mas o choro da chuva é, ironicamente, silencioso. É um choro triste, deprimido. Choro reprimido. Cadê as cores? Sumiram porque o mundo chora ou o mundo chora porque elas sumiram? Eu não saberia responder. Só sei que o cinza está cada vez maior...cada vez mais triste.
Mas há de chegar o momento em que as cores voltarão! Há de chegar o momento em que o cinza será só uma melancólica lembrança. E quando as cores voltarem, eu quero estar aqui para recebê-las. Eu quero agarrá-las com todas as minhas forças e não mais deixá-las fugir. A saudade que eu sinto das cores é grande, é colossal.Não há nada nesse mundo que possa suprir o que elas proporcionam.Não há nada que se compare à beleza, à felicidade que elas me trazem.
Enquanto elas não chegam, o que me resta fazer? Chorar com o mundo? Deixar o cinza crescer? Suplicar para que as cores não demorem? Talvez eu só tenha que esperá-las. Talvez elas venham de lugares distantes, de lugares próximos. Mas o melhor é acreditar que elas vão chegar, é não deixar a esperança se esgotar. E enquanto houver esperança, haverá verde (mesmo que seja um verde acinzentado), e uma cor leva a outra. E quando eu menos esperar, todas as cores sairão de dentro de mim. Porque o mundo só chora quando eu quero que ele chore. E nesse momento, eu desejo do fundo do meu peito, que tudo fique colorido de novo!




Bgs, Bloom ;*








sábado, 30 de outubro de 2010

Ser alguém


Vendo por esse lado, é sempre importante um nome. Ela não tinha nome.

As coisas recebem nomes e logo se tornam algo.

As pessoas recebem nome e logo se tornam alguém.

E muitos achavam que ela era ninguém.

Sempre fora ‘aquela meninazinha’ que vivia ali ‘naquele lugar’. Qual lugar? Era mesmo qualquer lugar, em cima da terra em baixo do céu. Ela era ninguém e morava em lugar nenhum.

Como vivia?... Do que se alimentava?

Vivia assim. Se alimentava dos seus sonhos, apenas. Enquanto o mundo à sua volta seguia frenético seu fluxo, enquanto as pessoas precisavam de cada vez mais, ela apenas precisava de seus sonhos.

Ia vagando e sonhando, vestida com seu desejo, movida por sua esperança, passava despercebida sem se importar... não há problema... nada era problema enquanto ela podia sonhar.

Mas um dia ela foi percebida, percebida por um homem que era ninguém muito mais do que ela, que pensava que tinha algo melhor do que muitos e que queria ser alguém ainda maior do que todos. Ele a barrou. Ela pediu a ele que a deixasse seguir seu caminho.

Ele riu.

Falou que ela precisava convencê-lo. Então ela lhe contou dos sonhos, lhe entregou nas mãos tudo o que tinha... o que ele fez?

Errou.

Ele a contou que ela era ninguém.

A partir desse momento muitos acham que ela acordou para a vida. Esqueceu de sonhos e passou a se preocupar em ser alguém. E viveu o resto de seus dias insatisfeita. Compreensível? Sim... ela tinha tão pouco, mas antes precisava apenas de seus sonhos, e eles que eram tudo o que ela tinha, tudo o que ela precisava, foram tirados dela.

Agora precisava de cada vez mais e de fato tinha cada vez menos.

Alguns poucos, muitos poucos, sabem que ela era alguém muito mais do que todos aqueles que a consideravam ninguém e que pensavam ser alguém. Que a partir do momento em que ‘acordou para vida’ adentrou na freqüência daqueles que pensavam ser alguém... e se tornou ninguém.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

As rosas


Todos os dias eu passava pela Fonte da Saudade a caminho da faculdade, e olhava rapidamente para o canteiro de rosas que ali sempre esteve. Nunca lhes dei muita atenção, eram rosas normais, como milhares de outras.
Mas eu gostava da bela visão que elas proporcionavam ao meu caminho rotineiro. E foi em um dia normal, eu em minha rotina, que eu provei do que o Pequeno Príncipe descobriu, que eu fora cativada pelas rosas assim como ele foi pela dele. Eu passei, como de costume, pela Fonte da Saudade e notei algo de diferente. Na volta eu percebi o que era: as rosas não estavam mais ali. Fiquei intrigada, e passado alguns dias resolvi perguntar ao zelador da fonte o que acontecera.
- A Natura levou as rosas para criar seu novo perfume: Rosas ao Vento.
Eu fiquei com saudades das minhas rosas, mas assim que o perfume foi lançado fui comprá-lo para tê-las sempre comigo. (:

Fiz essa crônica na aula de redação, e decidi postá-la aqui. Espero que gostem (:

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Kikobiografia

Todo mundo tem seu ídolo, aquela pessoa que te inspira e te faz sorrir. Bom, e eu tbm tenho o meu : Kiko


Nãão, não é esse kiko , digamos que seja um beeeem melhor, não tão famoso(ainda),porem melhor! estou falando desse:



(meninas eu sei que é gato ,mas tirem o olho!)

Chega dessa mania de Justin Bieber, Restart .. vamos relevar o que é real e da importancia social ( a rima é meu forte) Estou falando de um ícone da história itamontense, KIKO FEDÔ! O pacato cidadão mais misterioso que essa cidadezinha ja conheceu. Apesar de usar seu nome artístico , revelou secretamente seu nome verdadeiro para alguns:Rodrigo, é o nome desse astro! e acho que não preciso explicar porque tem o Fedô no apelido né?

Bom, kiko é um jovem(?) que tem grandes talentos musicais. Anda uma mesma semana com a mesma roupa(geralmente uma blusa do corinthians), cantando e exibindo seus dons da dança pela BR 354.
Nao precisa de musica para dançar, alem de tudo é compositor e fez estourar o sucesso da musica: "quanto ta o pó? "(quã quã quã quanto tá o pó? eu não quero nem saber♪)
apesar de ser um jovem(?) misterioso, nosso humilde kiko fedo carrega uma legião de fãs amadores que imitam suas dancinhas e frases ! Nosso mestre é bilingue, fala um ingles inventado por ele mesmo que só ele entende , mas todo mundo finge que entende e aplaude! Anda com o fone, e só com fone no ouvido(sem o celular ou mp4) fingindo que ta ouvindo um batidão e desce até o chão! Alem da estranha mania de enfiar todos os dedos na boca e tentar engolir.
Kiko é a prova viva que blz interior existe .


(kiko sempre rodeado de mulheres)


Certo dia o encontrei imundo(mais do que o normal) e descobri que ele foi correr de um carro (que achou que tava o perseguindo) caiu e bateu numa gurita(???)! fingi que entendi e ele ainda me chamou de Deusia
Ninguem entende como ele tem uma barriga do tamanho de uma gravidez de 14 meses se ele dança o dia inteiro e vive todo suado! as vezes penso que ele tem verme, e fico com dó ..tenho vontade de ajudar , porem espero a vontade passar e sigo minha vida(BRINCADEEEEEEEIRA) eu conheci a irmã dele(ele tem familia) e ela disse que ele leva uma vida muito boa.. acreditei, bom.. se eu não acreditei na hora fingi acreditar!
um dia ele tava meio triste e disse: a mano, amanha mesmo vou fugir da cidade andywrayehj agdre(parte que ele fala ingles..) e nunca mais volto veio! .. no outro dia eu vejo kiko fedo atravessando o asfalto imitando uma gaivota correndo. foi frustrante!

Decidi fazer essa homenagem à esse nosso humilde companheiro dançarino, porque sem ele as festas nunca seriam as mesmas ,kiko anima tudo.
e como dizem, ele daaança no ritmo(de outra musica) . pena que nunca conseguirei dar um grande abraço nele( sem chances do kiko tomar um bom banho) :(


Estou pensando seriamente em mandá-lo para o programa do raul gil,no bloco: meu filho é uma gracinha, mas nao quero que abusem dos seus dons e ele nao é meu filho..


lembrando que começarei a vender camisas: I ♥ K.F. e atras: o amor alem de cego nao sente cheiro . nao pensem que estou querendo viver as custas do meu ídolo e sim aumentar a sua popularidade! haha

Kiko Fedô se você nao conhece,deveria conhecer! ;)

e terminando como ele mesmo diria: Falow manow voces sao brother ureihays sfra sjeyu !!!


Beijiinhos, Mel ;)

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Correria no Estadio


Olaaa!

Voltei dos treinos da seleçao espanhola! Mesmo nao sendo uma torcedora da Espanha, me obrigaram a ir.
Mas foi muito legal (y).
No começo do dia eu nem sabia onde iamos... sò sei que Laura estava programando algo. Nem perguntei que que era u.u
Voltamos da escola as 15. Assim que almoçamos, me mandaram fazer os deveres rapidao porque as 4 e meia a gente ia sair. Entao fiz meu dever, e saimos.
O Felix (pai da Laura) levou a gente até o ponto do onibus, onde tinha uma fila ENOOOORME esperando. (y) Cool. Sem nada pra fazer fiquei olhando pros cantos, e a fila aumentava. Sò tinha garota! Ou quase. u.u
Meia hora depois, chegaram dois onibus, tuuudo o que esperavamos, focalizamos o onibus mais perto e nos lançamos pro seu interno, sentamos nos primeiros lugares livres e, em pouco tempo, chegamos ao Estadio Helmàntico. Emocionaadas (eu nao u.u), descemos, mas nem deu tempo de eu colocar o pé no chao que me puxaram gritando 'COOOORRREEEEEEEEEE!!!!!!!!!!!!!' Entrei em panico e começei correr na direçao onde todos corriam!


Corri quilometros, até que começei ter uma especie de asma. Maaas, como eu sou loira, em vez de parar devagarinho.. parei de repente e uma garota tambou em mim meio segundo depois. Caimos no chao, bati a cabeça e por pouco nao pisaram em mim. ;/ Minha cabeça tava doendo pacas. Automaticamente passei a mao na minha cabeça, e relaxei somente quando tive a total certeza de que nao estava sangrando. Ufaaa... !
Relaxei tanto que fiquei deitada là, tava tao bom! Até que a estraga-prazeres chegou, toda preocupada... preocupada NADA! Mandou eu levantar e saimos correndo de novo... '-'
Pelo menos todo esse esforço valeu a pena, porque superamos muita gente e chegamos beeeem perto das portas, que, estavam fechadas. Esperamos esperamos esperamos.... Meia hora depois... uma voz do além disse: 'Que abram-se as portas'. Minha mao se fechou na de Laura,e nos preparamos para correr novamente... e corremos, corremos dando voltas pela parte de fora do estadio até a porta 3, e là entramos minutos depois, e dessa vez fomos as primeiras..., subimos as escadas, como se estivessemos andando em novas terras inexploradas, e com olhos e bocas se abrindo pela emoçao (eu nao u.u) pulamos (dolorosamente) todos os assentos até a segunda fileira, e là (finalmente) sentamos e comemoramos a vitoria! xD

Enquanto esperavamos, o estadio enchia-se, as pessoas iam pegando seus lugares, mostrando suas placas e bandeiras da Espanha, eu e Laura tiramos fotos (depois coloco no orkut).
Do meu lado havia um cara, que parecia legal, entao resolvi dar um 'hola', pensando que ele também ia contribuir... NAO! Pra quee??? Pra que ser legal com uma pessoa do seu lado que so te disse HOLA?? Nao! Educaçao e gentileza sao pros fracos ¬¬'
O cara olhou-me com cara do tipo: Porque diabos voce ta falando comigo? I'm the Queen of England, nao falo com pessoas como voce, pessoas legais. e.e
(y)
Minha auto-estima foi de assim, pra assim:

Nunca mais vou falar com alguém num estadio u.u


Eeeeeeeenfim, em meio de gritarias e cançoes espanholas, entraram os jogadores, e palmas e gritos aumentaram. E' claro que eu também tive que gritar e aplaudir. u.u
A parte mais legal foi quando passaram com a camera e filmaram todos (eu em particular ;p) cantando 'Yo soy espanhol, espanhol espanhol' ♪ ... Essa eu tive que cantar também u.u


Cantamos, fizemos caretas, gritamos, pulamos, fizemos uma zorra, sò pro treino do jogo de amanha... (y)
Atè que (enfim) o cara do meu lado, levantou e foi embora... UHUUU! Finalmente eu podia assistir o treino sem ninguém antipatico do lado! EBAAAAA!!
Maaaaaaaas..
- Laura, porque voce ta levantando?
- Hmmm, porque o treino acabou!
- Ah...
Agora entendo porque ele levantou ¬¬'

E fomos embora! ;D

Quando cheguei em casa, o tio da Laura falou todo animado e com cara de criança quando vee bala: Eu te viii!
- Quando?
- Na teveee! Voce tava cantando 'Yo soy espanhol'!

AHHHH! Que emoçaaaao! Sai na teve! ;DD

Anything else

Beijoooooos! ;]

No novis No party

Psiuuuu!

To aqui na aula de informatica e vou aproveitar pra contar umas novis ;)

A Espanha é uma pais muito legal.
Cabei!

Mentiraaa!

To adorando estar aqui...
Sempre saindo muito com os amigos, estudando pouco, aprendendo outro odioma, qie por sinal é muito facil!

Porém to com muita saudade dos amigos italianos/brasileiros.
Já visitei muitas cidades, fui pro Portugal, e hoje, talvéz, vamos ver a seleçao nacional treinar em Salamanca, a mesma seleçao que ganhou a Copa Mundial genteeeeeeee!
Nao sei se me animar ou nao com isso!

To um pouco sem inspiraçao ¬¬'

Mas é isso people!
Partecipem da comunidade do blog: http://www.orkut.com/Main#Community?cmm=106768540


Beeeeijos

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Profundamente

Profundamente

Onde ele está agora?
- Velejando
Em mares infinitos

Ele agora não sente mais a dor
A dor é dos que ficam
A dor da saudade

Onde ele está agora?
- Ele está dormindo
Profundamente

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Um pouco de diversao!!

A HISTORIA DE PALAVRAS ERRADAS DA SULAMYT =Þ
Por Alice Michaelis, autora dos blogs Make me Smile e Asas da Imaginaçao.


O eslequeto retarda do espantano,estava andando quando de repente TANK bateu no poste de saude. Nao agachando graça nenhuma foi comer cascus bolo de fumar e tocar macará, depois perguntou a sua mãe:"poco brincar com meus amigos?" mas descobriu que estavam todos morridos. Entao foi escrever com a caneta revoltada.

Fim


Encontrado nos meus anticos depos do orkut.


Beijos!

domingo, 3 de outubro de 2010

Ao pé da letra

Bom gente, esses dias eu ouvi uma coisa e achei muuuuito interessante.

Ta, na verdade nem é tão interessante, mas preciso compartilhar.O fato é que as musicas que ouvimos quando somos crianças são tenebrosas , assustadoras e de uma maldade imensa. Exemplos:

A musica que faz o neném dormir: *boi, boi.boi da cara preta pega essa menina que tem medo de careta! (PAAAARA TUDO, como vce manda um boi da cara preta- não tem coisa mais feia-pegar uma menina que tem medo de careta?

(só pra voce ter ideia de como é feio o boi da cara preta)


- nana neném que a cuca vai pegar, mamãe foi pra roça e papai foi trabalhar .( os pais deixam a criança SOZINHA com uma cuca rondando por perto e ainda querem que ela durma??

-Samba lele ta doente, ta com a cabeça quebrada, Samba lelê precisava é de umas boas palmadas.( o coitado ta doente, quebrou a cabeça e ainda precisa de umas boas palmadas?

Tenho trauma dessa musica, minha mãe se inspirou nela .. eu apanhava por me machucar

- Ela faz a cobra subir , a cobra subir ( sem comentários, eu achava que uma moça tocava flauta pra cobra dentro do cesto subir..

-atirei o pau no gato-to mais o gato-to não morreu ( isso é um incentivo as crianças a atirarem o pau no gato pra ver se ele morre, eu mesmo vivia tacando qualquer toco que eu achava na rua na cabeça do meu cachorro..pobre totó.

-o cravo brigou com a rosa ..(veja bem,até as flores brigam nessas cruéis canções

-fui no tororó. Beber água e não achei( já tem um começo triste) achei linda morena que no tororó deixei( porque voce deixaria uma linda morena no tororó? Meio estranho

Termino por aqui,sabendo que os meus e ,provavelmente, os seus filhos crescerão ouvindo e cantando essas musicas de pureza infinita. Mas fico feliz por saber que por enquanto a canção de ninar não é o créu ! ;D


Beijinhos, Mel

Restam as flores


Quando olhar para dentro e só encontrar ferida,

Quando a luz do sol não trouxer alegria

E a tristeza nos olhos for o reflexo da alma perdida,

Quando a fé for difícil de encontrar

Quando o vento não trouxer esperança

E o desespero for impossível de abafar

Quando a caridade se tornar vergonhosa

Quando o barulho da chuva não acalentar

E a maldade parecer honrosa...

Ainda que escassas,

Restam a flores...

Ainda que desacreditado e quase esquecido,

Resta o amor...

Dorme no peito quieto... parece perdido

Atrás de espinhos do mundo

Barreiras de dores

Guardado no fundo...

Ainda que escassas restam as flores.


PS: Poesia antiga, encontrada recentemente nas entranhas de meu computador ;)

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Holaaa! ;)


Olà pessoas do outro lado do planeta!!!

Sò passei aqui pra avisar que estou viva, sa e salva... na ESPANHA!!!
Nao posso contar todos os detalhes agora porque sao 23.06 e amanha tenho aula :/

Mas prometo que amanha conto cada minuto desses 3 dias *_*

Ja to adoraaando!!





Beijos from meeeeee!


vida louca ?

nao:V!d@ LoOk@ ! to falando daqueles manos, que mais do que nunca estao ocupando um lugar importante na sociedade. Nao importa onde vc estiver ,sempre havera um VL.
*como reconhece-los na rua?
geralmente andam ouvindo musica no celular (sem o fone), acabando com o silencio local.
adoram inventar umas dancinhas , e sairem exibindo(arrasando com as gatas)
andam sempre com uma blusa que dá no joelho, com a calça no minimo uns 5 numeros maiores e usam boné
de 10 palavras 12,5 são gírias
adoram exibir suas mexas loiras e seu oculos azul espelhado

*como reconhece-los no orkut?

Bom, a começar pelo nome: M@UrInHo Bol@dãO
@LexAndrI Peg@geraL
vIn! LOove
$$ FAnkero$$100%

quem sou eu: ViDa Loka Nao cai .. capota
vida Loka nao namora... da uns cato
Vida Loka Nao fala.... bola uma ideia (...)
ou: SoOu O GatO ki vUse senple sonhou .............gata

nome de albuns: Us Truta
euuuuuuuuuuuu
meus amiguu meuu


Legendas de foto: Euu bolado na praia
InpinandOo uMA Pipa
sÓ as Mimosa G@ata ( alem de se estragar, estraga as mina tb,)
noses bembendo pra mtoo
este choul foi Fodaaastico
tutuPila..... mInha cadela ki morreu


Minh@ moto tOmando Um soL





ficou mais facil de identificar?! ¬¬


.. Bom gente , isso são só ALGUMAS coisas dessas pessoas tao ilustres (:
nao tenho preconceito nenhum, e é importante que ninguem tenha , afinal $tiLo ,kda Um tem O seU! ;)





BeiJoKs, Mel BoLadona

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Panorama

Uma bolha de sabão
Passeando pela rebentação
Olho ao longe um barco a vela
Sento-me à janela

As horas se vão
Mergulho no mar da solidão
Me afogo no tempo
que já passou...
Penso no mundo que estou
Vejo inércia e acomodação
Vejo egoísmo e alienação
Vejo cinzas, tudo cinza...
Onde está o verde que ali estava?
Onde está o sabiá que ali cantava?
Foi-se, foram-se, como a bolha de sabão...

Olho a paisagem
Um mendigo de passagem
distribui rosas aos passantes
Arrancando sorrisos relutantes
das almas errantes que por ali vagavam.

Vejo o mendigo das flores com seu violão,
lhe peço uma canção,
lhe dou um tostão
e vou-me, na contra mão da multidão.

E ao passar por uma construção,
eis que vejo um botão
de uma rosa vermelha
no meio do concreto.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Aqueles 15 minutos...

É gente, já que o blog não me deixa famosa, eu arranjei outros meios, MUAHAHAHA!

Eu consegui meus 15 minutos de fama de 2 formas, e na verdade foi meio sem querer.. rs
1- Apareci na revista Tempo, da SKY...

Essa foto foi tirada há 2 anos atrás, por um amigo dos meus pais, o André Morales... Eu nem esperava que fosse sair numa revista.. rs
Ainda estou chocada! ;P

2- Domingo passado passou uma reportagem sobre a Serra da Mantiqueira no Globo Rural, e no fim (nos últimos minutos) tem uma entrevista com meus pais e aparece uma foto antiga da família, eu to pequenininha, achei que ninguém ia ver... Mas hoje, todo mundo veio falar que me viu :O
E quem ainda não viu aí tá o link: http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1339651-7823-TROPEIROS+DO+PARMESOO+%E2%80%93+PARTE+II,00.html (:
Tem mais sobre meus pais no domingo que vem, às 8:00 da manhã na Globo, ou às 17:05 na Globo News. Eu não sei se vou aparecer de novo... Mas meus pais irão! (:

Pronto, está tudo registrado! :D
Beijinhos, me sigam no twitter pq eu sou famosa agora :P

sábado, 18 de setembro de 2010

As borboletas são azuis (ou não) :D

Todo mundo tem sonhos e desejos, que nem sempre são possíveis, nem sempre são viáveis.
Eu sou extremamente sonhadora, exageradamente iludida com tudo e ,às vezes, fujo da realidade. Então, ao me perguntar qual o meu maior sonho, eu achei que eu me responderia (eu me pergunto e eu me respondo,olha que gênia!) algo tipo 'A Paz Mundial' (na real eu não sonho com isso, é só pra ficar clichê u.u), ou 'Um mês com Orlando Bloom no Caribe' (isso eu sonho ;x),ou até 'Voltar no tempo, conhecer o John Lennon e casar com ele'. Maas, por incrível que pareça, eu me respondi algo que está ao meu alcance. Algo que eu só preciso me esforçar um pouco para conseguir...So, ladies and gentlemen, is the time! I'll confess my american dream(¬¬' nojo profundo dos americans dreams):

PASSAR NO VESTIBULAR! o/

Simples, não? Segundo a Lita, no post Puta Revolts, o vestibular no nosso país é difícil para poucos se qualificarem, sendo assim, os políticos corruptos conseguem dominar a massa (teve alguma coisa de massinha que ela disse tbm, mas n me recordo no momento u.u). Por esse motivo ou não, o vestibular é realmente difícil,mas eu pretendo (e espero) passar por ele para alcançar o ápice da minha adolescência e o começo da minha vida adulta:

A FACULDADE!

Eu não consigo parar de querer começar a ter uma profissão, querer festas, repúblicas, gente nova...
E pra isso, falta tão pouco! Eu só preciso de mais 1 ano e 2 meses de ensino médio. E MUITO estudo.
Ás vezes eu fico me imaginando, em alguma Universidade Federal, caloura, com 16/17 anos :D
Ou lendo o resultado na internet, e ver o meu nome lindo e maravilhoso na lista dos aprovados *---*
Mal posso esperar por isso tudo!
E o mais legal, é que pela primeira vez na vida, eu sonhei com algo possível. Algo que sou capaz de fazer. Não que eu ache que passar 1 mês com o Orli no Caribe seja impossível, mas enfim....(eu disse que era iludida ¬¬')
Mas junto com esses sonhos vem uma dúvida, que pode me atrapalhar um pouquinho...nada que me impeça, mas é relativamente importante...


O que vou ser quando crescer?

Já pensei em engenharia ambiental, em turismo, em jornalismo, em comunicação, em psicologia (pra ser sexóloga), em direito...E AINDA NÃO DECIDI NADA!
Será que tem uma profissão certa pra mim? Será que em menos de 8 meses eu consigo decidir o que vou fazer pelo resto da minha vida? Nessas horas eu me acho relativamente nova, e razoalvemente infantil.
Poorra, qual é? Eu tenho 15 anos e vou ter que decidir a minha vida! Isso é no mínimo angustiante.

Que Atenas me dê uma luz ( e um pouco de sua beleza grega u.u)!
Well, é isso. Vou aproveitar o tempo e fazer prova da UERJ :)

Bgs, não me liguem (só liga se vc for o Ynhã *-*),
Hara ;*

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

As casas são legais :)

Algumas coisas a declarar:

-Sorry pela ausência.
-Eu odeio aquela minha foto ali em cima ¬¬'
-Eu estou EXTREMAMENTE FELIZ!


É isso, bgs ;*

ASGHAUHSUAHSUHASUHAS


Mentira. É que eu não tenho sobre o que escrever, mas eu quero escreve sobre algo, entendem?


A Lice e Nana fizeram um blog, Make me Smile , baseadas na teoria de que nós, De boa na ADG, usamos da boa e velha exclusão. Como mostrá-las que o De boa na ADG simplesmente fluiu? Eu fui convidada para postar aqui, e quando vi já era uma escritora frequente. Meri e Sula gostaram e pediram pra entrar. Enfim, mesmo que vocês achem que são frutos da exclusão, o blog é meigo e fofo e tem um macaco no mouse, so, fiz propaganda u.u
Enquanto algumas de nós passaram seu feriado em Minas, no aconchego do Matutu, eu ia pra Friburgo, com o meu Primeiro GRANDE (ênfase) Amor (insisto em manter sigilo absoluto de sua verdadeira identidade u.u) , onde vi o meu sobrinho gostoso que mordeu minha bochecha como quem diz 'Titia eu te amo!"
Ou seja, meu feriado foi perfeito, em ótimas companhias e não teve nenhum momento ruim (tá, talvez quando me obrigaram a ver jogo do flamengo, mas enfim ¬¬'). E eu cheguei a conclusão de que não há NADA melhor do que viajar por aê com quem se gosta. Mesmo em uma estrada cheia de curvas e em um ônibus sem privacidade conforto ;xxx
Talvez, o motivo da minha felicidade, seja só porque eu esteja vivendo coisas novas, sensações novas. Mas independentemente da origem, eu quero ficar feliz assim pra sempre!

Enfim, agora é só. Foi muito bom estar com vcs, e que eu esteja aqui até que a morte nos separe (AM? Q-).


Beijos, Hara ;*

Pobres insetos


Heey!
Hey apple!//


Hoje eu queria falar sobre algo que me irrita muito na sociedade, algo que é realmente ridiculo e patetico: o medo de incetos inocentes.
Tem pessoas que tem medo de uma minuscula formiga. E, infelizmente na minha sala sò tem esse tipo de pessoas.
Se eles tem medo de insetos inocentes, no Matutu eles teriam que andar por aì com uma roupa de astronauta.

Uma vez eu e uma minha amiga estavamos conversando num canto da quadra. Em certo momento eu notoi uma aranha (do tamanho da unha de um dedinho de pé) no chao a 6 ou 7 metros da gente. Assim que ela notou também, levantou, correu pra aranha e pisou em cima com tanta força e rapidéz que a coitada nem teve tempo de perceber que sua morte tinha dito "chegou sua hora".
Que crueldade com a pobre aranha. Perguntei pra minha amiga o porque de todo esse nazismo e ela respondeu " é porque eu tenho medinho de aranhas"
Cara! Se voce tivesse que lutar contra Aragog, aì voce teria muito mais do que "medinho"!!
¬¬'

Outra vez, eu tava tendo prova oral de Ciencias da Terra, eu era a unica, entao todo mundo podia fazer o que quiser enquanto eu respondia às questoes. Em algum momento vejo uma outra aranha, nao tao minuscula, mas muito bonitinha, ela tinha o corpo menor que uma bolinha de alfinete e as pernas longas e muuuito finas. Acho que esse tipo de aranha sò existe na Italia, um tipo de aranha que nao morde, sò fica num canto da sala quetinha, tecendo sua teia de aranha.
"Olha, uma aranha andando pela minha mao" falei. E em dois palitos todo mundo tava afastado de mim pelo menos um metro e com cara de nojo/em panico.
"Mata ela!!" Gritavam "Mata logo! Ela vai te morder! Que nojo!"
Levantei, abri a janela e dexei ela descer pela minha mao, e ela se foi... livre e viva.
Logo depois virei pros meus colegas "SOCORRO! ELA ME MORDEU! NAO TO ENCHERGANDO MAIS NADA! TA FICANDO TUDO ESCURO! ALGUEM ME AJUDE! SOCORRO! EU TO MORRENDOOOOOOOOOOOO!!!!!"
Depois olhei pra eles com uma cara de sensura, e eles raxaram os bico. ¬¬'


O episòdio mais escandaloso de todos, (até agora) foi o de hoje.
Aula de matematica, eu e mais tres alunas sentamos na ultima fileira à direita, do lado da janela, e a janela estava aberta. Eu tava de boa na adg, até que a Nicole falou:
"Sully, tem uma abelha"
Eu- "Aham, e dai?"
Nicole- "Sully, tem uma abelha, tira ela"
Eu- "Col, se voce ficar quetinha no seu lugar, ela nao vai te matar"
Nicole- "SULAMYT! TIRA ISSO DAQUI, EU TENHO PAVOR!"

Eu- "Calma meu bem, nunca ouviu falar que se voce nao se mecher ela nao vai te fazer nada?"
Nicole-" SULAMYT! ELA TA CHEGANDO PERTO DE MIM"

Em vez disso ela tava chegando perto de mim.

Eu- "Voce quer apostar que ela vai embora em dois palitos se voce parar de gritar e manter a calma?"
Mas ela nao respondeu, seu olhar estava preso na abelha que tava indo pro outro canto da sala, pra outra fileira de alunos. Um minuto depois alguém gritou "UMA ABELHA!!!!" E correu pro nosso canto com uma agenda na mao cubrindo a cabeça, essa também tinha medo de abelhas. Aff. Mas nao era a unica (seria bom demais se fosse sò ela e a Nicole que tivessem medo de abelhas).
Entao o cara mais alto da nossa sala correu pra abelha, pra matar ela, e junto com ele, outros garotos queriam mata-la também, pessoas começaram levantar, correr de um lado pro outro, gritando " abeeeelha! Abeeelha!" Em pouco tempo uma multidao de pessoas estava ao redor da abelha, tacando livros onde ela voava, sem acerta-la.
Eu ja tinha desistido de tentar salvar ela, Alex (minha mais comprensiva amiga nesse bando de pessoas medrosas) e eu fomos as unicas que ficaram sentadas, a Alex olhando pra aquela zorra com uma cara do tipo ' que pateticos, ridiculos, ignorantes, idiotas etc' e eu dando tapas na testa. Essa foi a melhor espressao que usei para demonstar como me sentia circundada por melequinhas. Sem querer ofender, é claro!

15 minutos depois, todos estavam no lugar, prestando atençao aos polinomios, e a abelha estava no chao mais esmagada que um tapete.


Varias especies de animais estao desaparecendo, ajude a nao matar mais! Nao faça como essas pessoas nao muito espertas! Ajude os animais! Tenha dò!
Abaixo i nazismo contra os animais!!

Com isso, encerro o post.

Beijo!


terça-feira, 14 de setembro de 2010

Talita em: Puta revolts!

É. Isso mesmo que vocês leram. Estou PUTA REVOLTS! :@
O porquê:
Estou estudando para uma prova de física B que terei amanhã. Não consigo entender nada! Já estou quase em prantos.
Aí eu me pergunto: porque raios eu tenho que estudar física se eu quero fazer uma faculdade de Relações Internacionais? Porque?
Eu tenho que estudar física porque cai no vestibular. Assim como muitas outras coisas inúteis que estudamos na escola. Em vários outros países você estuda o básico de cada matéria e depois se especializa naquelas que você se interessa e que vão realmente fazer diferença pra você.

Mas aqui no Brasil, com a educação precária que temos, o vestibular tem que ser muito difícil, para poucos passarem e a grande maioria do país virar uma massa semi-analfabeta e que pode ser facilmente modelada ao bel prazer dos nossos governantes corruptos que não dão a mínima para a educação porque preferem uma população incapaz de se rebelar, pois só se rebela quem sabe o que quer. E com uma população fácil de enganar e modelável como massinha, nenhum governo vai querer investir em educação. E nosso país continua nessa inércia!

Pronto, desabafei. Acho que eu ando ouvindo muito Revolution.

A 6ª Arte

Venho aqui hoje pra lhes falar sobre uma das minhas paixões: a arte!
Mais especificamente sobre a 6ª arte, a literatura. A arte das palavras, por onde tantas pessoas expressaram opiniões, ideias, amores, manifestos, sátiras, crônicas, romances...
Não sei se já disse antes, mas um dos meus sonhos é escrever um livro. Sempre sonhei em ter o dom de posicionar palavras de uma forma encantadora como tantos já fizeram.
Queria ser capaz de escrever versos livres e brancos, na linguagem popular, assim como Oswald de Andrade. Ou então ter a criatividade de Fernando Pessoa. Queria poder escrever livros polêmicos e críticos sociais como os realistas. Escrever peças como Sheakespeare... Ou simplesmente entreter pessoas com poemas ou romances.

Você já deve ter ouvido alguém dizer sobre algum filme: "Ah, mas o livro é bem melhor!" Eu falo isso o tempo todo. Simplesmente pq é verdade, eu nunca vi um filme melhor do que o livro. NUNCA! Nos livros você deixa sua imaginação fluir com as palavras, você entra naquele mundo, e se sente como se estivesse vivendo aquela história. Minha mãe fala que quando eu leio um livro, eu entro lá dentro, pq ela pode berrar no meu ouvido que eu não vou escutar...

Minha paixão por livros veio desde pequena, que eu devorava livros do Monteiro Lobato e coisas do gênero... E uma das coisas que me dá mais prazer na escola são minhas aulas de literatura, 1º pela minha paixão incondicional sobre essa arte, e 2º pq minha professora é muito boa mesmo, o que me dá mais vontade ainda de aprender mais sobre todas as escolas, estilos e gêneros literários.

Agora deixo vocês com um conselho: leiam mais. Faz bem, para seu conhecimento, aprendizado, mente e até pra alma! (:

Beijos, me sigam: @delmonte42

terça-feira, 7 de setembro de 2010

meumico, micomeu

Nao que eu nao queira escrever sobre um assunto interessante igual as outras, mais é que eu nao entendo m* nenhuma sobre qualquer assunto interessante que interesse as pessoas.



Mas indo direto ao ponto , quem nunca caiu no meio do povão, saiu com a roupa do lado errado, confundiu pessoas na rua, tropeçou e saiu catando cavaco, devolveu o tchau que nem era pra voce, falou alguma coisa indevida na hora errada.. foi chamado pelo corno do palhaço na frente da plateia, derrubou uma prateleira de copos no mercado,nao viu o vidro da porta bateu a cabeça,falou mal de uma pessoa que estava atras de voce,perguntou pro filho(seu amigão) sobre a mãe dele que morreu a anos, e voce nem soube, errou o nome do namorado(a), olhou pra tras enquanto andava e quase caiu na lata de lixo, caiu da cadeira no primeiro dia de aula..



Sao coisas constrangedoras, mais momentaneas. Se caso voce nao for marcado pelo resto da vida pelo seu mico, vai conseguir até dar umas boas risadas depois. E se for pensar bem, a gente passa vergonha por culpa dos outros! é, os outros estao sempre de olho na gente, esperando qualquer movimento brusco em que possam notar qualquer coisa fora do comum. Quero deixar bem claro que nao tenho mania de perseguição. Mas esses outros me seguem, qualquer dia ainda chamo a policia

E pra finalizar, uma dica, façam o que querem,o que der vontade, independente de achar mico ou nao. Um dia tudo isso vai virar história e a gente tem que aproveitar enquanto pode! como diria mamadi: voce tem que ter umas histórinhas pra contar pros netos, inventar nao vale a pena.



Esse post, foi totalmente insipirado e dedicado à Palita, quem conhece sabe. RECUSA EXPLICAÇÕES

Beijinhos (;

sábado, 4 de setembro de 2010

Divagações

Às vezes eu paro para pensar em pessoas revolucionárias como John Lennon, Che Guevara, Gandhi, Mandela, Pagu, ou mesmo em pessoas que não são conhecidas pelo mundo inteiro, mas fazem tudo o que podem para melhorar o lugar e a sociedade onde vivem, como minha própria mãe...
Ela e meu pai se mudaram em 1982 para uma pequena comunidade, chamada Campo Redondo. Lá ainda não tinha nem luz quando eles chegaram. Mas se instalaram e cativaram o povo. Minha mãe fez muito pela escola de lá, que só tinha até a 3ª série do ensino fundamental, e hoje tem até o 3º ano do ensino médio, graças a ela e a outras pessoas, ela esteve ativa todos esses anos lutando por isso, mas não só pela educação, como também pelo bem estar da comunidade.

Eu admiro essas pessoas ativistas, que estão sempre dispostas a fazer de tudo para melhorar o mundo, ou parte dele. Aí eu penso: “E eu? O que eu posso fazer para tornar o mundo melhor? Como eu posso fazer a diferença entre bilhões de pessoas? Como?”.
Eu que às vezes posso ser egoísta, preguiçosa... O que eu posso fazer?
Queria ser realmente boa em alguma coisa. Queria ser uma artista, que pintasse um quadro tão impactante como foi Guernica, de Picasso; ou escritora talvez, e escrevesse uma obra que faria com que as pessoas tentem mudar (para melhor) o lugar onde vivem; ah, se eu pudesse inventar um carro que não polui; eu poderia ser uma médica e poder achar a cura do câncer, ou de alguma outra doença; e se eu pudesse fazer algo para diminuir a fome no mundo?; se eu pudesse melhorar a educação do Brasil, que é a base para um futuro melhor; se eu conseguisse resolver os conflitos étnicos que tanto assombram os dias de hoje; se...
Eu queria poder fazer, colocar em prática todas as minhas ideias e ideais, queria ser mais criativa, mais estudiosa, menos preguiçosa, mas me acho tão mediana... Queria poder melhorar o mundo. Como tantas pessoas fizeram, fazem e ainda farão.

Um dos meus filmes preferidos é V for Vendetta (V de Vingança), e há uma passagem que o V fala para a Evey: “O povo não deve temer o governo, o governo é que deve temer o povo”. Mas no mundo em que vivemos, ou pelo menos no Brasil, não é que haja medo, eu só acho que há uma inércia do povo brasileiro, que sabe que o país não está bem, mas não faz nada para mudá-lo. Não existem mais grandes protestos ou revoltas, muito menos revoluções. Nada muda. Tudo fica como está e permanece como está. Inércia. E do que precisamos? De movimento, aplicar uma força nesse corpo que é o nosso país. Nesse mesmo trecho do filme, Evey pergunta a V se ele acredita que explodir o Parlamento (da Inglaterra) tornará o país melhor. E ele responde que “com gente suficiente, explodir um prédio pode mudar o mundo”. Vejam bem, não estou propondo que se exploda coisa alguma só a burocracia e a corrupção rs, apenas que se tivermos gente suficiente, podemos criar um movimento e talvez consigamos melhorar algo. Mas, é só uma ideia que existe na cabeça e não tem a menor pretensão de acontecer.
Como diria Fernando Pessoa, "Tenho pensamentos que, se pudesse revelá-los e fazê-los viver, acrescentariam nova luminosidade às estrelas, nova beleza ao mundo e maior amor ao coração dos homens".
Maybe, we don't even need a revolution, maybe all we need is LOVE!

Quero muitas coisas, e queria poder realizá-las. Dizem que querer é poder. Portanto ainda tenho esperanças! (:

Porque eu estou falando escrevendo no caso ¬¬’, porque eu quero um mundo melhor para mim, para você, para meus filhos e netos, para a geração deles e para as futuras. Falo Escrevo, porque eu acredito no mundo e acima de tudo na humanidade. Porque existem tantas pessoas boas por aí... Porque a vida, mesmo com todas as suas dificuldades, é linda. Por isso, terminarei com outra frase do Fernando Pessoa (que é um dos poetas preferidos):
"Às vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido."

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

She was a day tripper (8)

Repentinamente todas as blogueiras dão as caras (menos a Lita ¬¬'), so, não posso ficar atrás ;)
Hoje foi um dia interessante....na real não, mas é que não tenho sobre o que escrever Q-
Acordei, serelepe, pimposa e quando me olhei no espelho quase morri! Minha pele GAY e sensível resolveu ficar fudida no espaço entre meu nariz e minha boca, só pq eu passei cera-arrancadora-de-pelinhos -incovenientes ¬¬' É, ficou tipo toda arranhada e feia e todo mundo veio me perguntar o que aconteceu :(
Anyway, a aula se decorreu como sempre, até a hora do meu intervalo. Aê, eu tive uma surpresa! PAPAI NOEL VEIO ME BUSCAAR!!!
Tá, é mentira. O povo da secretaria resolveu nos dar o boletim (sim, do 2º bimestre ¬¬) e eu entrei na fila tensa, suando e com medo de ter ficado em recuperação.
Imaginem o tamanho da minha surpresa ao ver que minha nota mais baixa era 8.3?
E porra, EU GABARITEI HISTÓRIA! Tipo, MUITO feliz! *-* Quer melhor do que isso? Fiquei com 9.5 em QUÍMICA e 9.0 em FÍSICA! Eu juro que não me reconheço! ahsuahsuahsuhasuh'


Enfim...amanhã eu vou ver meu Gordo mais lindo do mundo! E vou passar 4 dias lindos com ele *-* Isso é sinônimo de baba, beijo e gostosura!
Meu Deus, agora que parei para escrever sobre, vi coomo minha vida está monótona :O
Não tenho mais o que contar ou comentar....exceto o sábado de 2 semanas atrás, que me usaram como guia turística, mas foi muito bom :)


PORRA, ASSUNTOS FLUAM PLEASE!


Legal, não fluíram. Eu sei que ao clicar em 'Publicar Postagem' eu vou estar correndo riscos de ser expulsa do blog ;x
Mas é que preciso dizer alguma coisa.


So, bgs , não me liguem, Bloom ;*


P.S.: O Bloom continua pq nós (Eu e Orli) ainda não nos divorciamos completamente u.u

Vamos crescer a nossa campanha

Gostaria de pedir a todos que acompanham o nosso blog que me ajudem nessa campanha.

Gostaria de dizer ainda que essa é uma postagem carregada de compaixão e sentimento. E não é uma postagem hippie. É uma postagem humana.

Os seres que mais se tornam complexados são aqueles que não tem amor dos pais. Mas esse caso que venho trazer não é um caso de falta de amor paterno ou materno, é um caso da FALTA da figura paterna. Simplesmente porque a natureza quis.
Esses seres quando ganham certa maturidade tendem a se tornar muito emotivos e possessivos, se agarrando com mt facilidade às pessoas que na maioria das vezes se sentem sugadas. Mas as pessoas precisam crompreender. É um trauma carregado desde a infância! Uma coisa incontrolável
Mas NINGUÉM se comove com isso. São tantas as maldades do mundo que as pessoas perderam a capacidade de comoção e compaixão.
Elas até zombam desta situação....
Quem nunca ouviu alguém dizer "Ai ai o carrapato não tem pai"? E de fato, ele NÃO tem pai!
(Ele é um ser haploide originado através da paternogênese)
Mas as pessoas convivem com essa verdade sem dar a menor importância!
ME SINTO CHOCADA!

E tem mais... o que nos dá maior base nesse mundo? Nossa família com toda certeza. Imagine você.... o que deve ser não ter família!!?
Pois eu venho revelar outra verdade inconcebível que é ignorada por todos. E mais um vez comprovamos a falta de sensibilidade das pessoas.
O Hidrogênio não tem família!!!!!! Ele é o único elemento da tabela periódica que não tem família!!! Locura cara, não pode esse tipo de coisa!

Minha gente, um mínimo de amor ao próximo. Ajudem-me nessa luta. Vamos crescer a nossa campanha!

ADOTE UM HIDROGÊNIO, SEJA CARIDOSO COM O CARRAPATO. O MUNDO PRECISA DE PESSOAS COM ATITUDE E SENTIMENTO!

Ok, ok. Termino por aqui. Beijinhos Meri

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Meeeel! Obrigada por escrever algo! Escreveu pouco mas escreveu! Não que nem certas pessoas que nem se quer um oi escrevem!

Hoje é o primeiro dia do mes de setembro ano 2010 século XXI, e eu ainda não terminei meu dever de casa! AHHH! Terror! Eu sei que não precisa se preocupar! O Buda disse: "Se um problema tem uma solução não precisa se preocupar. Se um problema não tem uma solução preocupar-se piorará as coisas. Então não adiata se preocupar em nenhum dos dois casos."
O fato é que eu sou dramática, e fico me procupando por coisas absurdamente babacas, tipo essa do dever.
Preciso me organizar direito.

3 setembro: volta ao Matutu
7 setembro: viajem de volta pra Italia.
13 setembro: primeiro dia de escola.
21 setembro: viajem pra Espanha (volta em dezembro).

Dever não feito:
- Mais de 10 exercicios de francês.
- Um livro francês de 128 paginas pra ler.
- Reler toda a materia de ingles feita no ano inteiro.
- um livro inteiro de exercicios de espnhol (não tão importante porque tô eprendendo espanhol só conversando com minha amiga espanhola).
- Um testo de italiano + exercícios.
- Tabela sobre os dois livros de italiano lidos.

Ahhhhh GREAT!
Sou a primeira da familia Uderzo que faz o dever das férias. Meu pai está impressionado comigo! =D

People, I'm gonna do something! Bye!

Sula'

terça-feira, 31 de agosto de 2010

MELECANDO

Tudo tem sua primeira vez, seja ela boa ou ruim.. nao digo essa esteja sendo lá aquelas coisas , mãs.
Vozes me mandaram vir aqui ( e eu nao aguento mais a sua voz Palita), na verdade, suplicaram! a verdade é que estou triste! sim, triste com meu amor(Sula),com minha amiga azul(Hara),com minha paixão(Meri) e com meu leaozinho (Palita).. eu tb faço parte do blog, e o nome dele foi eu que inventei, por mais inutil que seja , E EU NAO TO NA FOTO ;( estou profundamente magoada.. e nem vem que eu nao to de TPM

até aceito que façam uma montagem no paint e me colem ali, a Talita faz avatares.. entao que outra pessoa esteja disposta! mais de qualquer jeito AMOOO VOCES! amo até vc , amiga azul, mesmo que eu nao te conheça (ainda) (;

beijinhoss, MEEEEEEEEEEEL

domingo, 29 de agosto de 2010

Novidades?

Meu vô tà à beira da morte.
Eu nao estou ao lado dele pra apoiar.
Segunda-feira: casa da Lita.
Sexta-feira: Matutu de novo.
Dia da viajem : 7 de setembro.
Saudades da Meri que nao vejo a séculos.
Saudades da Hara.
Entrei em depressao.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

No title

Sò vim aqui para deixar um post totalmente sem graça, mas é melhor do que nao ter post nenhum.
Ja sao mais de duas semanas que ninguém escreve nada, tadinhos dos nossos seguidores, vao acabar parando de entrar no nosso blog! E como parece que sou a unica sem aula e sem preguiça, vou escrever um rapidao porque depois tenho que estudar.

Ante de ontem eu, minha mae, e meu irmao fomos pra Caxambu, e dormirmos là. Era pra ser uma pequena viajem pra aproveitar essas férias em familia, ja que elas estao quase no final. Entao partimos à tarde do dia 25 de agosto pra Caxambu, chegando là corri pra lan house pra ver a Nana, e passei um tempinho com ela, tomamos açaì e fomos pra casa dela, ela me contou tudo sobre sua ida ao Play Center, onde ela morreu de medo porque aquele era o dia dos monstros, entao obviamente falando, tinham monstros à solta. Um deles era a Samara, o pior pesadelo da Meri (é, a Meri também foi pro Play Center), mas em vez da Meri sair correndo, pelo menos da Samara, ela ficou tirando fotos de todos os montros possiveis, enquanto a Nana saia de perto se um deles estivesse a 30 metros dela. Kkkkk!
Isso me deu muita vontade de ir pro Play Center!!
Enfim, depois de saber todos os detalhes da maravilhosa viajem, novidade das novidades.... fiquei com fomeee!! Liguei pra minha mae falando pra ela ir pra casa da Nana, onde ela ficou conversando com a mae da Nana. Depois eu, Nana, mamae e Mipam saimos pra jantar.
As 8 a Nana teve que voltar pra casa, entao levamos ela e depois fomos pro Hotel Caxambu durmir, mas eu sou complexada e fiquei fazendo dever de casa até meia noite (mentira, eu nao sou complexada, é que eu tava sem sono e nao tinha nada pra fazer, meus professores vao me agradeçer, HAHAHAH). O dia depois me acordaram cedo pra tomar café. Depois fui fazer uma limpeza do rosto, (que nao serviu nada, meu rosto continua cheio de cravos ;/)... mas o bom é que assim que terminei, quem estava là me esperando?? Meu paaaaaaiii! Ele tinha voltado da Italia, que felicidades!!
Depois voltamos pro Matutu, e hoje, me acordaram cedo de novo porque teve uma ligaçao de emergencia e minha mae teve que sair correndo pra SP pra pegar um aviao e voltar pra Italia. (Urgencias familiares, nada que eu possa contar).

E agora estou eu aqui sem saber sobre o que mais falar. Hum....
Acho que ta bom como post. Sò vou deixar dois avisos:

1: Meus amores?? Cade voces?? Da pra alguém escrever alguma coisa nesse pobre blog??Suas desnaturadas! Nao importa se estiverem com preguiça, ou ocupadas estudando, escrevam qualquer porra, pelo amor de Deus!

2: Esse fériado é meu ultimo fériado, entao, people que vem pro Matutu, tragam mais people pra "festa de despedida", pleaseeeeeeeeeeeee!!!

E' sò isso...
I know you love me, xoxo Gossip Girl!

Brincadera!
Beijos, S.